Nossa canção favorita.

canção favorita

Amor, em todo relacionamento existe uma música marcante e eu já descobri qual a nossa. Quando a ouvi pela primeira vez logo me lembrei de nós dois. Parece que o cantor a fez baseada em tudo que sentimos um pelo o outro. Ele estava inspiradíssimo. Já ouvi muitos cantarem-na, mas ela é só minha e sua.

Nunca me esquecerei do dia que fiz a loucura de cantá-la para você, era uma tarde fria, estávamos em um lugar muito lindo e abraçadinhos como um casal apaixonados. Deu-me uma vontade grande de cantar mesmo não sendo nada afinado, nem pensei na vergonha que talvez eu pudesse passar, corri o grande risco de você dar gargalhadas de mim, eu não tenho talento para isso, mas revolvi mostrá-la a bela canção que tocou profundamente meu coração.  Fiquei feliz por você ter gostado.  Foi tão bonitinho nós dois cantando-a juntos. Ficou gravado na minha memória.

Eu escuto-a todos os dias desde quando acordo até quando vou dormir. Sempre que abro o meu playlist, lá está ela entre as mais tocadas, na verdade não tem outra música, só consigo ouvi-la, pois ela me transporta para perto de você. Ela é minha companheira quando não posso te ver. Minha amiga nos momentos de solidão. Ela me anima e me deixa feliz, pois me traz a esperança que em breve verei você.

Meu xodozinho, os anos passarão e muitas outras músicas serão lançadas, artistas novos farão sucesso, mas a mais tocada será a nossa canção favorita. Ela sempre será a primeira e a mais linda. Nunca me esquecerei dela, pois em todas as estrofes há uma representação de um pedacinho de tudo que vivemos. Ela sempre nos fará lembrar o amor que temos um para com o outro. Ela já se tornou eternizou.

Não fale, faça!

NAO FALE

Não fale, faça!

“Você sabe alguém que te ama não pelo que ela fala, mas pelo o que faz. O amor não sobrevive só de teorias.”

(Pe. Fábio de Melo)

Já ouvi muitas histórias de amor, vi algumas no cinema e li outras em livros de romance. Elas são lindas, os casais são felizes. Mesmo que o início não coopere, os pais não aceitem, a distância atrapalhe, no final dá tudo certo. No “The End” os dois se beijam e vivem felizes para sempre.

De tanto estar envolvido com esses romances, idealizei um namoro assim para mim. Busquei por uma mulher que me amasse de verdade e me fizesse feliz. Eu queria um amor para sempre. Isso não é querer muito. Ninguém nasceu para ficar sozinho. A solidão não é nada boa. Passar os dias frios sem dividir o coberto e o brigadeiro vendo filme, não tem graça. O que vale estar no lugar mais lindo do mundo sem ninguém para compartilhar a alegria de estar lá? Nada é importante se eu não amar. Meu sonho não é ter um final feliz, mas que os momentos de alegrias nunca acabassem.

Como sou bobo em acreditar que todo mundo seria igual a mim. Mas acredito, dou chance. Só que no início tudo é bom. Recebo elogios, eu te amo, vou ficar com você para sempre. São tantas promessas que nem sei qual se realizará primeiro. Porém, os elogios do começo com o tempo se tornam em críticas e desafetos. Só enxergam-se os defeitos, as falhas e limitações. O certo só foi certo enquanto estava dando certo. Então no “The End” mais uma ferida é aberta no coração.

Ei, um recadinho para você:

Se deseja entrar na minha vida, não fale, faça. Estou cheio de eu te amo. Faça algo diferente, por favor! Não diga que será para vida toda, faça ser, faça valer. Venha e fique para sempre, porém se não sabe o que quer, não perca a oportunidade de ficar onde está, pois não quero ninguém pela metade. Se conquistar meu coração, te dou a certeza que meu amor não será passageiro, te amarei por todos os meses até o mundo acabar.

Cleiton Carvalho